Sinal de vida!! :D

Ei, gente querida e amada!!

Estou escrevendo rapidamente pra dizer que estou bem, e pra agradecer em especial àquelas leitoras que sentiram minha falta e me deixaram algum recadinho! 🙂 Muito obrigada por se lembrarem de mim!!

A vida anda corrida e por isso me ausentei por tanto tempo! Como ainda estou muito envolvida em outras atividades, não posso dizer quando exatamente irei retomar os posts e vídeos… Mas quero que saibam que penso em vocês todos os dias e que meu carinho é grande!

Um beijo cheio de saudades no coração de todas, e muito obrigada pela compreensão e amizade!! =***

NOVO VÍDEO: Get ready w/ me: Simples e Natural!!

PUBLIEDITORIAL

Olá, minhas queridas! 🙂 Como passaram de ontem pra hoje??rsss

Bom! Na semana passada, recebi da Glambox um convite bem bacana para fazer um vídeo usando os produtos da caixinha de Janeiro!

Para o vídeo, quis fazer uma produção bem simples e natural, mas que fosse ao mesmo tempo bastante feminina e elegante. Ultimamente, desde que o verão começou pra ser mais precisa, tenho investido nesta “fórmula” boba mas que me dá o resultado que eu gosto e preciso: base aplicada com os dedos + delineado borradinho + máscara de cílios + um batom hidratante + pele do corpo bem hidratada e iluminada.

Usei tudo o que veio na caixinha e confesso que só torci o nariz para a máscara de cílios azul da Impala (às vezes acho meio “teen” e “halloween” demais). Mas sinceramente, depois que apliquei a máscara, passei o batom, coloquei o vestido e soltei o cabelo, não achei a pior coisa do mundo… É claro que eu ainda prefiro a máscara tradicional na cor preta, mil vezes, mas achei interessante o azul…

Inclusive, falando em vestido, eu curti bastante o hidratante com *brilhinhos dourados*  da Topicrem! Como estou sempre usando shorts, saia ou vestido (dificilmente eu uso calça  neste calor), adoro passar estes cremes que deixam a pele com cara de ryca e milionária. 😀

O batom hidratante da Payot e o Bepantol Líquido são produtos que tem a  minha cara, porque hidratação é o meu lema! Nos lábios, nos cabelos, na pele… Estou sempre me hidratando de forma sistemática! Vale dizer, contudo, que na minha opinião, o Bepantol Líquido não oferece uma boa relação custo-benefício quando comprado nas farmácias. Acho R$ 17,00 muito dinheiro pra dar em 50ml de produto… Por este preço, eu gostaria de comprar pelo menos 200ml.

Já a ampola Shine Extreme da Amend não me pareceu um produto de alta performance como eu tinha expectativas que fosse. Pelo menos no meu cabelo, não vi nenhum resultado extraordinário… Quando faço uma hidratação básica usando um máscara da Novex, por exemplo, meu cabelo brilha muiiiiiiiito mais do que brilhou hoje com esta ampola.

Na caixinha veio também uma amostra do perfume Miss Gabriela da Gabriela Sabatini que tem um cheirinho frutal bem gostoso, e que me remete à juventude e aos tempos de adolescência. Não compraria pra mim, mas acho que pode ser um bom presente para mulheres que tenham esta personalidade mais lúdica e romântica. 🙂

Enfim! Espero que gostem do vídeo e se inspirem para fazer produções que se destaquem pela beleza e simplicidade! Essas duas coisinhas juntas levantam qualquer mulher! 😉

Beijos e até breve!! =**

assinatura7

Mais informações sobre a Glambox:

Facebook | Twitter | Site

Produtos da Glambox de Janeiro

1 – Presilha Bianca Accessory – FULL SIZE
2 – Amostra Perfume Miss Gabriela – Gabriela Sabatini
3 – Ampola de Brilho Shine Extreme –  Amend – FULL SIZE
4 – Máscara de Cílios Colorida – Impala Cosméticos – FULL SIZE
5 – Bepantol Solução – FULL SIZE
6 – Batom Tangerine – Payot – FULL SIZE
7 – Sachê Lait Scintillant Corp – Topicrem

NOVO VÍDEO: Minha alimentação!

Ei, gente!! Espero que tenham passado bem de findi!

Conforme combinamos, eis aí a primeira parte do nosso vídeo sobre alimentação! Dividi em 4 partes, e vou liberar um vídeo por dia até sexta-feira! (hoje, quarta, quinta e sexta) 😀

Esta primeira parte é apenas uma introdução com alguns pensamentos e idéias que tenho a respeito do tema. Espero que gostem e não deixem de me contar nos comentários quais as políticas que vocês adotam quando o assunto é alimentação! 😉

Bjs e até breve! =***

RESENHA: Sabonete Purificante Effaclar da La Roche Posay

5

Ei, gente!! Vocês notaram que eu dei uma sumida esta semana?? Pois é! Muito corre-corre por aqui! Ontem mesmo, investi 12 horas do meu dia trabalhando num único vídeo, e quando parei para tomar banho e me arrumar para deitar, já eram mais de 10h da noite! (Enfim! Este não é o assunto do post de hoje! rsss)

Na verdade, já faz tempo que estou usando este sabonete Effaclar da La Roche Posay, e,  como tenho o hábito de fazer com todos os produtos que experimento para pele oleosa e acneica, queria vir aqui e dividir com vocês minhas idéias e impressões.

4

O Effaclar entrou em minha vida para substituir dois sabonetes que adoro, mas que já estão custando quase 30 merréis: o Puriance da PROFUSE e o Dermotivin da GALDERMA. Quando procurei alternativas mais em conta, me deparei com um produto da La Roche Posay que, na minha imaginação de periferia, custava uns R$ 100,00 no mínimo!

Pra minha surpresa, paguei R$ 19,00 na minha primeira barra, há seis meses, e  R$ 22,00 nesta segunda que comprei há uma semana. Confesso que não acho baratinho, como já disse em vários posts, mas o custo-benefício vale a pena principalmente pela durabilidade de um produto que usamos apenas no rosto.

3

Ele limpa profundamente e segura a oleosidade MESMO. Aliás, a performance dele me lembra muito a do Puriance da PROFUSE… acho inclusive que são concorrentes diretos! Os dois promovem uma discreta microesfoliação visando desobstruir os poros e renovar as células da pele. A fragrância é bastante suave, quase imperceptível, e a fórmula conta também com agentes antibacterianos e seboreguladores (que eliminam o excesso de oleosidade e impurezas da pele). 

Eu uso pela manhã quando acordo, e no banho a noite antes de dormir. Vale dizer que este tipo de sabonete é direcionado a peles realmente bastante oleosas e com tendência à acne, como a minha… Do contrário, quando usado em peles secas ou normais, o produto pode causar um ressecamento muito desagradável.

2

Não sei por que, mas desta última vez que comprei, o sabonete veio acompanhado de uma saboneteira grátis que é um #epicfail! Simplesmente o espaço dela é a continha certinha do tamanho do sabonete, e às vezes é necessário ter técnica e paciência pra tirá-lo de lá de dentro! Mas tá valendo! Estou usando mesmo assim. 😀

Gostei muito de conhecer o Effaclar e neste calor de um sol por habitante, ele é um grande companheiro! Minha dica é guardá-lo separado numa saboneteira própria em local arejado, ao invés de mantê-lo continuamente no box, onde ele poderá derreter e “acabar” mais rápido devido ao vapor do chuveiro.

Bom é isso! Se estão procurando um sabonete de alta-performance com um preço até razoável, dêem uma chance ao Effaclar! E me contem nos comentários as impressões de vocês! 😉

Bjkas e até breve!! =***

Etiqueta: visitas e anfitriões! Dilemas e algumas dicas básicas

Eu, graças a Deus e ao meu modesto círculo de convívio social, não tenho rigorosamente nada a reclamar das minhas experiências como anfitriã ou como convidada na casa de quem quer que seja. Toda vez que recebo ou sou recebida por amigos e familiares, tenho sempre aquela sensação prazerosa de que o tempo não passou, e acabo inclusive ficando meio triste e #xatiada quando dá a hora da despedida. 🙂

Entretanto (e infelizmente) calculando pelos e-mails que recebo, parece que muitas pessoas não podem dizer o mesmo de suas experiências. A propósito, já recebi relatos alarmantes de anfitriãs que pouco faltam entrar em pânico quando determinadas visitas chegam em suas casas… para passar alguns dias… que parecem uma eternidade.

Elas contam que são aquelas visitas pesadas, que atrapalham o andamento da casa, dão trabalho, não se dispõem a ajudar em nada e, além de tudo, são muito, mas muito difíceis de agradar. Em muitos casos (o que inclusive torna a situação ainda mais constrangedora e delicada) tratam-se de familiares muito próximos e queridos, que agem de forma descuidada e sem limites por mero excesso de intimidade ou por puro abuso mesmo.

Daí quando leio estes e-mails, fico pensando em como é muito mais fácil ser anfitriã de visitas legais, com papo legal, com atitude legal, com postura legal… tudo legal! E penso também em como o simples ato de ir à casa de alguém, coisa boba e elementar, se torna um problema grave que se não tratado adequadamente, pode chegar a destruir as relações entre as pessoas.

house-guest

Por isso hoje, quero usar da liberdade que recebi dessas moças que me escreveram, para trocar uma idéia com vocês a respeito do que pode ser feito em situações delicadas como estas. Não sou a dona da verdade, mas gostaria de dividir alguns pensamentos que tenho sobre o assunto…

Na minha opinião, tudo fica mais claro e até auto-explicativo quando entendemos que *etiqueta* é um conjunto de normas e princípios, que nos dão aquela referência de comportamentos *esperados* de nós nos mais diversos ambientes e situações sociais. Ou seja, etiqueta tem a ver com a expectativa das pessoas de determinado ambiente e situação social, em relação à minha postura e comportamento.

Exemplo: qual é a expectativa de comportamento num restaurante? Que os clientes se sentem à mesa, comam com talheres e paguem a conta antes de irem embora. Qualquer cliente que esteja comendo em pé, usando as mãos ao invés de talheres, e que vá embora sem pagar a conta, está agindo de forma contrária à expectativa.

Logo (pensando de forma simplista) para dominarmos a arte da etiqueta, é importante que conheçamos e nos aprofundemos neste universo das expectativas.

Se vou à casa de alguém seja para uma visita rápida ou para passar alguns dias na companhia do dono da casa, eu preciso então pensar na expectativa que existe ali em relação ao meu comportamento, e à maneira como devo me relacionar neste novo ambiente. Se sou um amigo muito íntimo, quais são as expectativas? Se sou um parente distante, quais são as expectativas? Se sou um familiar de convívio mais próximo, quais são as expectativas?

Coloque-se no seu lugar, e se faça esta pergunta sempre, e você nunca vai errar. E tenha sempre em mente que sendo a casa de quem for, a sua casa fica em outro endereço. E quando você for embora, deixe saudades e um gostinho de “quero mais”. Seja uma visita querida, que retribui o carinho e generosidade de seu anfitrião, servindo de acordo com suas habilidades e com a rotina da casa.

Não seja um hóspede que se comporta como se estivesse num hotel ou pensão. Não seja um peso.

8-29-08BadGuestsRGB

Quanto ao anfitrião que recebe alguém para uma visita rápida ou que, principalmente, recebe uma ou mais pessoas por períodos mais prolongados, aí vai uma dica: faça tudo pelas suas visitas! Agrade, paparique e mime muito! Mas faça tudo isso respeitando aquele limite em que você começa a deixar de aproveitar a companhia dos seus queridos para dar atenção às obrigações.

O melhor que você pode e deve oferecer às suas visitas é você mesmo e sua companhia! Se suas visitas são pessoas mais íntimas (familiares ou amigos), não há problema algum em “comunicar” as expectativas! Não se sinta constrangido e recrute ajuda quando precisar! Ou, se sua visita se oferecer a ajudar, aceite de bom grado!

Agora, se suas visitas são pessoas com quem você tem pouco convívio ou intimidade, minha sugestão é sempre recrutar uma ouuuuuutra pessoa, que não faça parte das visitas, pra te dar uma mãozinha! Convoque o filho mais velho, o marido/esposa, a irmã, uma amiga mais chegada, a cunhada… Alguém que fará parte da diversão, mas com um papel diferenciado, te auxiliando nas atividades de anfitriã!

Porque se você tem alguém pra te ajudar com as obrigações do dia-a-dia, seja da maneira que for, certamente você passará mais tempo de qualidade com suas visitas!

HouseGuest_Corbis

É claro que, mesmo observando tudo isso que conversamos até agora, ainda assim existem situações em que todos os recursos se esgotam e não nos resta nada além do bom-senso: aquela última reflexão que a gente costuma fazer pra responder a vários dilemas de etiqueta e também às seguintes perguntas – 1) Vale a pena brigar por causa de uma visita que vai embora daqui a dois dias? 2) Vale a pena brigar por um episódio isolado que talvez nem venha a ocorrer mais? 3) Será que se eu confrontar minha visita eu vou resolver o problema ou criar um outro ainda maior? 

Infelizmente, algumas pessoas não sabem como se comportar por absoluta descortesia ou ignorância mesmo… às vezes nem é maldade. E é você, como anfitrião, que precisa decidir entre confrontar ou seguir amando sua visita com todos os defeitos que ela tem e com toda a raiva que ela te faz passar. (Fiquei com vontade de rir.rssss)

De todos os modos, acho importante dizer que se o anfitrião se sente desrespeitado ou invadido em sua própria casa, ele deve sim confrontar sua visita de modo a evitar que a cena se repita novamente. Nestes casos, sou mais a favor de um “climão” de momento, do que da postura de ficar guardando aquele ressentimento durante todo o período da visita.

670px-Handle-House-Guests-That-Stay-Too-Long-Step-3

Enfim! Sei que muitas pessoas podem  dizer que “etiqueta” demais mata a espontaneidade da visita e só serve pra carregar a atmosfera com chatices e formalidades…  Mas eu discordo fortemente. Etiqueta, bons modos e maneiras ENFEITAM e aprimoram as relações (que já são naturalmente belas e tem bases profundas na sinceridade e no amor).

Pra mim, de nada vale quem se diz espontãneo, autêntico ou até mesmo irreverente, se o resultado do seu comportamento é aborrecimento, mágoa e tristeza…

Bom! Acho que é isso por hoje! Me contem nos comentários se vocês já passaram por situações parecidas e como procederam! Espero que tenham gostado e um grande beijo!! =***

NOVO VÍDEO: Treino em tempo real!

Bom dia, segunda-feira!! 🙂 Animadas pra mais uma semana?? Espero que sim!

O vídeo de hoje traz um conteúdo que vocês tem me pedido já há algum tempo: um treino em tempo real! Com ele vocês conseguirão ver e sentir a dinâmica e intensidade da rotina, até pra saberem exatamente como e onde encaixá-la no dia-a-dia de cada um…

Entretanto, antes de mais nada, quero deixar aqui um pequeno disclaimer que é importante que vocês leiam cuidadosamente:

– Antes de iniciar qualquer atividade física, procure a orientação de um profissional.

– Os treinos de intervalo e alta intensidade (HIIT) são treinos “puxados” que aceleram muito os batimentos cardíacos e podem causar danos à saúde caso se trate de um indivíduo com problemas cardíacos, por exemplo, ou caso sejam executados sem a supervisão de um profissional.

– A título de exemplo, montei um treino relativamente simples de duração aproximada de apenas 13 minutos, que teoricamente pode ser executado por qualquer pessoa num espaço pequeno. Entretanto, repito, por mais simples que possam parecer, estes exercícios podem causar lesões e danos à sua saúde.

– Já estou nesta jornada de treinos em casa há mais de três anos e, com o tempo, desenvolvi conhecimento e habilidade no assunto. Por isso tenho a tranquilidade de montar meus próprios treinos e de aumentar meus desafios de maneira organizada e consciente. Se este não é o seu caso, não coloque sua saúde em risco, procure um profissional.

– Não sou profissional de Fitness/Ed. Física/Fisioterapia e outros, e por isso não posso oferecer qualquer tipo de aconselhamento particular como avaliações, prescrições, etc.

Minha intenção com este vídeo é mostrar na prática como funciona um treino e como é simples e fácil encaixá-lo em seu dia-a-dia, com poucos recursos de espaço e tempo, e com a dose certa de disciplina e comprometimento 😉

Espero que gostem e que seja útil!

Bjkas e ótima semana!! =**

ESMALTE DA SEMANA: Meu novo nude!

5

Olá, minhas queridas! Olá, sexta-feira!! 😀 Que semana corrida, não??

Fiquei pra cima e pra baixo participando de algumas reuniões de trabalho, cozinhei bastante, dei uma faxina na minha área de serviço (o que é do interesse de todas, tenho certeza! #SQN), e hoje vou ver meu papis porque dia 24/01 é niver dele! 🙂

nude_dianasaid

Como tive alguns compromissos “profissionais” durante a semana, não podia (e nem cabia, né) sair pintando uma unha de cada cor! (Que é e-x-a-t-a-m-e-n-t-e  o que acabei de fazer neste momento!! rsssss)

Daí como meu esmalte oficial-ryca-profissional-séria – Chic Pele da Colorama –  acabou de acabar, estou usando este da SinfulShine que tem sido meu substituto por tempo ilimitado. A propósito, vocês conhecem algum outro esmalte desta “família de nudes” que valha a pena ter pra ir variando com este da SinfulShine?? Me contem nos comentários! 😉

Aproveitem o findi e me encontrem aqui na segunda-feira, pra assistirmos àquele  treino em tempo real que comentei com vocês no vídeo passado!! \o/ Beijos e até lá!! =***