NOVO VÍDEO: Upgrade de Imagem – Dinheiro [versus] Padrão de Vida

Ei, gente!!

Nem acredito que estou conseguindo postar um vídeo de Upgrade de Imagem que vocês tanto gostam!! Vários outros temas estavam em pauta, mas quis agradar vocês com um bate-papo que eu espero que contribua, de alguma forma, para a vida de quem assistir 🙂

Na próxima semana, estarei fora visitando minha irmã e meu afilhadinho gostoso, e por isso vou soltar dois vídeos de uma vez (o de hoje, e um amanhã sobre Fitness!), além de um post de meditação bíblica no sábado… Dessa forma, acredito que vocês terão um bom material para degustarem até o meu retorno, na semana do dia 9, né???

Nunca é demais reforçar que os vídeos de bate-papo expressam apenas minha opinião a respeito de determinado tema, e não é minha intenção querer impor meu ponto de vista a ninguém, ou ofender quem por ventura “viva” diferente da maneira como eu “vivo” a minha vida.

No mais, espero que seja uma conversa produtiva 😉

Um grande beijo e até amanhã com mais vídeo!!! ***

Anúncios

21 pensamentos sobre “NOVO VÍDEO: Upgrade de Imagem – Dinheiro [versus] Padrão de Vida

  1. Parabéns !!!!
    Também concordo com os seus argumentos, o governo tenta manipular as pessoas de uma maneira natural para que elas, não percebam o que de fato esta acontecendo.
    Em relação ao desejo de ter algo ou realizar uma viagem, penso que se tudo for planejado não terá grandes imprevistos.

    Beijos……..

  2. Diana parabéns pelo vídeo!Adoro quando vc aborda esses temas mais sérios, parece que fica tudo tão mais simples e fácil de lidar, seus posicionamentos são sempre serenos, pé no chão, inspiradores.
    E mesmo amarrado dá pra perceber que seu cabelo está enorme e cada dia mais lindo!!!Vc não faz mais nenhuma química para mantê-los lisos?Só escova e prancha?Faz um vídeo sobre cabelos, sobre o processo de transição pra quem quer deixar o cabelo crescer e se livrar das químicas.Estamos com saudades de bate-papos sobre cabelos.Beijons =**

  3. Realmente Diana… a gente pensa que aumenta um pouco o nosso salário e já estamos “podendo”, saímos gastando e gerando dívidas em cima de dívidas, adquirindo bens que não podemos ter nem manter.. infelizmente muitas pessoas fazem isso, ao invés de poupar pra utilizar com o que realmente é necessário.. Claro que temos que desfrutar das coisas materiais enquanto estamos vivos, mas sempre pensando no futuro! bjos

  4. Infelizmente é o que a sociedade prega hoje, o consumismo desenfreado. Para muitos, você é o que você tem. Os jovens para serem aceitos em determinados grupos tem que “forjar” um estilo de vida diferente da qual é a realidade dele, como roupas caras, carros novos, festas(baladas) etc… com isso alguns entram no mundo do crime para poder manter o padrão de vida que não lhe compete. Por isso temos visto com mais frequência jovens na criminalidade. Uma coisa leva a outra e por ai vai, este é um assunto que rende bastante, poderíamos ficar dias discutindo o assunto que ainda sim teria mais(rsrsrs).

    Boa viagem, curta bastante seu afilhadinho (que por sinal é lindo) porque o tempo passa rápido. Bjos……

    • Ai, Renata! E como curti, viu!! Voltei ontem e já estou com o coração partido de saudades! 😦

      E você tem razão! Tem gente que quer viver uma realidade completamente incompatível com a que tem :/ Mas uma hora caem em si e com a cabeça no lugar conseguem retomar a vida com mais tranquilidade…

  5. Gostei das suas colocações. A vida é feita de objetivos, e se focarmos em nossos objetivos conseguimos o que queremos. Como você disse, sempre será mais fácil para alguns (poucos) do que para outros (muitos). A diferença social sempre existiu, só que hoje em dia vivemos mais num mundo do TER do que no SER. Se percebermos bem, isto levou a termos um mundo de pessoas mais velhas do que de jovens, pois os pais hoje já não pensam em terem filhos como pensavam os pais de antigamente. Hoje a preocupação das famílias é que não podem ter muitos filhos (a maioria dos casais quando se casa pensa em ter um), pois sairá muito caro para “bancarem” as “necessidades”. Os pais pensam mais nas escolas que terão que pagar, nos cursos, no alto investimento de computadores e celulares de última geração (como meu filho poderá ficar para trás?), do que na própria criação (que isso sim deveria ser prioridade) Na verdade o governo ajuda muito a pensarmos em gastos, pois se ele (o governo) fizesse sua parte, ninguém precisaria pagar convênio médico, seguros, escolas, tudo que É OBRIGAÇÃO DO GOVERNO. Se tivéssemos o básico de forma descente, com certeza sobraria um pouco mais para a realização de nossos sonhos (e não precisam ser sonhos gigantescos) como você disse casa própria e um carro na garagem (que infelizmente hoje são considerados sonhos). Infelizmente vivemos em um país onde o imposto é altíssimo (44% do preço de uma simples água é imposto, ouvi isso essa semana num jornal da tv). O problema maior é pagarmos impostos para não termos o básico (escola, saúde e segurança). Mas nessas horas penso muito em uma frase que meu pai me disse quando criança e levo isso quase como um mantra – “não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho”. bjs e um ótimo final de semana

    • Ei, Arlete! Obrigada mesmo pelo seu comentário! Foi muito esclarecedor! É minha indignação também tudo o que você falou… Espero te ver mais vezes por aqui! Um grande beijo!!! =***

  6. Nossa só Deus sabe o quanto estou feliz de ter te achado… seu blog é muito abençoado…. e esse video foi muito fera…

    Que Deus continue te abençoando , e que seus talentos sejam pra essa terra como instrumento de mudança…

    beijos

  7. Vou começar a trabalhar neste mês de setembro e já estava planejando dívidas para o meu primeiro salário, e este vídeo me fez de verdade pensar o ” porque que eu vou trabalhar ?” .Recordei que quero fazer uma faculdade quando terminar o ensino médio e com isso mudar o meu padrão de vida,mas agora é a hora de economizar e plantar para depois colher os frutos.Obrigada por postar este vídeo e pode ter certeza que este vídeo me ajudou mto e pode contribuir muito para o meu futuro.

  8. Parabéns pelo vídeo Diana, compartilho do mesmo pensamento! Acredito que acima de tudo a paz e a felicidade plena está dentro de nós mesmos,onde você mora, a roupa que você veste, o dinheiro que você tem, pode lhe trazer felicidade momentânea, mas é tão raso você basear sua felicidade em coisas materiais, coisas que você pode perder a qualquer momento. Sejamos felizes com o temos e somos, sejamos pessoas sempre melhores de alma, pois é só ela que levamos dessa vida! Beijão, adoro seus videos!

    • Verdade, Jéssica! Viver uma vida em contentamento não é viver uma vida sem ambições, e sim uma vida mais leve e tranquila… Obrigada pelo seu carinho e outro beijo pra você!! =**

  9. Uau! Me identifico tanto com você! Também tive uma infância simples, mas nunca me faltou nada do que precisei. Penso muito sobre isso, que para ser feliz e satisfeita não preciso ter inúmeras posses, que eu teria até dificuldades para administrar sozinha, Daí teria mais gastos por exemplo com contadores e seguranças, kkk. Quero realizar muitos sonhos que envolvem dinheiro, mas sem que eles retirem minha paz e subtraiam meu tempo, afinal a vida aqui neste mundo é tão breve!

  10. Concordo com tudo. Tenho 20 anos e ano passado resolvi comprar meu carro e comprei, desde então tenho dado mais valor ao que realmente importa, por exemplo: como tenho que pagar as prestações e as manutenções do veiculo percebi que não preciso comprar roupas durante uns 2 anos. (já doei roupas 3x esse ano e ainda acho que tenho muitas) Não que o carro tenha me privado, mas abriu meus olhos sobre gastos desnecessário. Outra coisa, tenho feito evangelismo no centro da cidade (Manaus) e tenho dado menos importância a fast-food, talvez uma coisa não tenha nada a ver com a outra, mas tenho preferido comprar pão e queijo que sai no máximo por R$ 10,00; e os outros R$20,00 que seria gasto com sanduíches caros, ajudo na compra do material pra sopa. A questão é que depois de assumir responsabilidades financeiras altas já consigo priorizar as coisas certas na minha vida. Também, estou aderindo o estilo de vida minimalista e o que acho mais legal é que não se trata só de desapego as coisas mateias, mas também as amizades desnecessária, da perda de tempo coisas que não fazem sentido, meu celular por exemplo, viva cheio de aplicativos, tinha que carregar 3x ao dia, tira minha atenção a cada alarme. Agora com os aplicativos mais importantes, até o esqueço em casa ~rs~ leio mais, termino minhas atividades e etc. Só uma coisa ainda não consegui vencer O Cartão de Crédito. 😦

    Umas melhores coisas na vida é ter consciência com os gastos.

    Amei o vídeo, parabéns. Beijos. ;*

    • Ei, Valéria! Me arrepiei com o seu comentário! Fico muito feliz com esta mudança de mente que você contou pra gente aqui… Que Deus te abençoe sempre e que você siga assim! Um grande beijo!! =**

  11. OI Diana, fiquei um tempo sem passar pelo seu blog, mas estou aqui outra vez. Adorei a colocação , concordo e aplico isso em minha vida, Tenho descobrido que não precisamos de muito para ser feliz. Servir a Deus, ter do lado alguém que nos ame é bom demais. Um dia Deus colocou uma pergunta no meu coração ” O que vc prefere viver uma vida simplificada sem grandes preocupações ou viver uma vida no limite com grandes preocupações financeiras. Claro que escolhir a primeira opção e vivo com meu esposo um padrão equilibrado com algumas regalias, mas nada que saia fora do nosso padrão desejado.

Deixe um recadinho =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s