Recordações que encontrei enquanto organizava meus materiais e documentos!

recordacoes_dianasaid

Ai, como eu adoro recordações!! 😀

Um dia desses, fiz uma extensa organização nas minhas pastas/prateleiras/gavetas de documentos, e comecei a separar  aquela papelada inútil que merece ir para o lixo, e também aquelas fofurices e memórias que merecem ser muito bem guardadas e revisitadas de tempos em tempos!

caderno_tiamarli

Numa caixa de arquivo bem grande, encontrei vários cadernos dos meus anos de educação infantil!! Este aqui da foto, é meu caderno do terceiro período, que vinha antes da primeira série, e se dedicava a alfabetizar as crianças… ainda é assim??? (Nem sei!) #velha

caderno_tiamarli2

O que mais me chamou a atenção nas páginas deste caderno, e eventualmente me fez morrer de rir, foram as frases inspiradoras que a professora sempre escrevia quando corrigia o dever de casa!

A caligrafia era cursiva, super linda e desenhada, e todos os trabalhinhos eram feitos à mão pela professora numa espécie de papel carbono que a gente chamava de stencil, que depois de prontos eram “rodados” no mimeógrafo… quem lembra do cheirinho de álcool das folhas???

cartao_de_vacina

Uma outra recordação que encontrei e que me deixou super feliz, foi este cartão de vacina de 1988 (!!!), de quando eu morava em Juazeiro da Bahia!!!

Sim, eu já morei na Bahia! Sim, eu ainda falava “mainha” “painho” quando cheguei em Belo Horizonte, e todo mundo dizia que era a coisa mais fofa do mundo! Naturalmente eu não me lembro, mas eu imagino.rsss

historico

Encontrei também meu histórico escolar, contendo as notas e desempenho de toda a minha carreira acadêmica até o ensino médio, quando eu estudava em minha saudosa e mui querida escola Sandoval Soares de Azevedo (ESSA)!

Não sei como ela está hoje, mas eu me lembro de muitas árvores, terra bem vermelha, muitas cigarras, e de uma ponte super perigosa que ligava a escola à FHA (Fundação Helena Antipoff)!

Parecia uma cena genuína do Indiana Jones, porque a ponte era de uma madeira meio que em decomposição, que balançava bastante quando a gente passava! Ou seja: não tinha brincadeira mais emocionante pra gente do que passar sobre ela várias vezes CORRENDO!  rsssss (é Deus que guarda as crianças!!)

habilitacao

Quando encontrei este papelzinho no meio dos meus documentos, eu demorei alguns bons segundos pra entender o que era!

É aquele comprovante que a gente ganha quando é aprovado no exame de direção pra tirar a carteira de motorista 😀 (Também encontrei minha primeira permissão para dirigir, mas não quis mostrar porque minha foto está uma coisa horrenda e inexplicável… vocês poderiam ter pesadelos a noite!rsss)

Bom, a maior lembrança que este papelzinho me trouxe, foram os meses em que eu fazia aula de direção das 6 às 7 da manhã, porque eu trabalhava o dia todo e fazia faculdade no período da noite.

Meu instrutor era muito bonzinho e me deixava direto na estação depois da aula, pra me poupar de ter que pegar mais um ônibus! Tenho certeza que Deus lhe tem retribuído ricamente  por esse carinho e cuidado 🙂

bolsa

Ai, esta carta é engraçada!

Foi assim; quando eu comecei a fazer faculdade, eu tentei TODAS as bolsas possíveis e existentes. Não consegui ganhar nada do governo e nem da PUC, e, através de uma prima, acabei conhecendo uma fundação que concedia bolsas de estudo para estudantes carentes. Me candidatei à bolsa, e aguardei ansiosamente pela correspondência deles que iria dizer se eu tinha conseguido ou não!

Quando a correspondência me chega, eu leio já nas primeiras linhas “seu pedido de bolsa foi deferido”! Mas eu não sabia o que significava deferido!!! Pensei: será que deferido significa “recusado”???

Corri para o dicionário, e não acreditei quando li o significado de deferido!! E Deus fez tudo certo porque só tive esta bolsa durante dois semestres, e logo quando passei a pagar a mensalidade integral, consegui um ótimo trabalho com uma remuneração melhor que cobriria todos os custos.

convite_de_casamento

Encontrei também meu convite de casamento! Às vezes não acredito que já se passaram quase cinco anos! ❤

Dentre as várias lembranças que eu tenho, eu me lembro de ter apresentado meu projeto experimental (tipo monografia) no dia do meu casamento no civil. Pra quebrar o gelo, antes de começarmos a apresentação, virei para os examinadores da banca e disse: gente, acabei de casar.rssss

Daí veio a cerimônia religiosa algumas semanas depois, e por último, veio a colação de grau. Eu tinha acabado de chegar da minha lua-de-mel, e não teve sensação melhor do que me sentir casada AND formada! (Porque as dificuldades foram muitas e às vezes muito desanimadoras…)

Mas Jesus nos sustentou e hoje estamos aqui pra contar nossa história, não é??? 😀 Adoro!!

E eu tenho certeza que vocês também tem muitas histórias pra contar! Me contem nos comentários e vamos dar gargalhada e celebrar o que passou 😀

Beijos!! =***

Anúncios

35 pensamentos sobre “Recordações que encontrei enquanto organizava meus materiais e documentos!

  1. Ai quanta coisa gostosa!
    Eu sou tipo um “esquilo”, guardo tudo também. Minha mãe começou com isso, tem meus dentinhos, chupetas, velas de aniversário e todos cadernos desde o jardim guardados. Imagina a quantidade de papeleira 😀
    Mas é muito bom recordar momentos assim de nossas vidas.
    Muito legal esse post, como sempre né? rs
    Beijocas

    • Legal, Aline!! Eu costumo guardar uma recordação de cada fase… Tipo, caderno eu só guardo um de cada ciclo (jardim, quarta série, segundo grau e faculdade), e essas coisinhas que trazem alguma sensação boa 🙂

      Bom demais,né ? Bjs!!

  2. Que fofo seu caderno! =D
    Muito legal lembrar também de algumas partes que convivemos! Deus é bom, e nos faz conhecer pessoas maravilhosas em nossa história!

    Bjos!

    • Ei, amiga!! Com certeza, nossa convivência me deu força pra continuar naquela faculdade!! kkkkkkkkkkkkkkk Tempos duros aqueles, não???

      Obrigada pela sua presença 🙂 Bjkas!!! =***

      • Gente (eu com ciúmes) eu também contribuí! kkkkk
        Nunca (N-U-N-C-A) vou me esquecer da faculdade e de como era bom – e sofrido!

  3. Di, vc realmente é uma pessoa única! 🙂 Que lindas suas recordações! Infelizmente eu não tenho muitas, porque minha mae sempre foi a louca -da-limpeza e jogava tudo o que nao tinha mais utilidade fora… Mas eu guardo muitas lembranças na minha memória. Minhas traquinagens, minhas broncas, minhas alegrias, minhas conquistas! A mais recente foi conseguir uma bolsa integral na setima tentativa, aqui em SP no Mackenzie minha faculdade do coração. Muito do que você falou eu me identifiquei e temos histórias muito parecidas e sempre buscando novos sonhos e conquistas! Só Deus sabe quantas dificuldades enfrentamos e quantas pessoas muitas vezes duvidam da gente. Mas Deus é quem sabe o que pensa de nós e garante a vitória, nao porque merecemos, nem pelo nosso esforço (Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Salmo 127:1). Graças a Deus que nos fez pessoas que podemos dar o devido valor ao que Ele nos deu, pois sabemos o quanto foi exaustivo, mas conseguimos, porque Deus nos sustentou! Amo seus posts! Deus te abençõeeeee :*

    • Camilaaaaaaaaaaaaa!!! Como anda sumida a sua pessoa!! Tudo bem?? rss

      Menina, quanta dificuldade a gente passa, né??? Essa sua história da bolsa de estudos pra faculdade é bem parecida com a minha! Eu só não contei o escândalo que eu fiz quando eles me negaram a bolsa da primeira vez.rsssss

      Mas Deus é mais, amiga!!! Com Ele a gente luta e vence! 😀

      Bjs no coração e vê se não me abandona assim nunca mais.rsss =***

      • Di, me perdoe! To bastante corrida, mas eu prometo que não vou mais sumir!!! Amo seus posts e confesso que me falta tempo para assistir aos videos e adoro quando vc faz videos “auto-explicativos” porque na maioria das vezes eu nao consigo assistir com audio no trabalho. um beijao no seu coração e continue essa pessoa maravilhosa. Na paz de Jesus!!! :*

  4. Que saudades dos velhos tempos…bem, nem tão velhos assim né…kkkkk. Parece até que estou sentindo o cheiro das provas da escola, rodadas no mimiográfo, me faz lembrar dos amigos das primeiras séries. A minha mãe também guarda meus dentinhos. Tenho a vela do batismo, cartões de datas comemorativas escritas com uma letra horrosa…kkkk…algumas indecifráveis, mas bonitinhas, valeu a intenção!. É bom recordar esses momentos, cheiros inesquecíveis, gosto de uma infância “inocente” onde podiamos brincar na rua sem medo, sem nossos pais se preocuparem tanto. Ah que saudade da minha infância…acredita que tenho uma boneca de pano…daquelas que pendurava na parede até hoje? Deve ter a minha idade! Guardo todos os bilhetinhos do meu marido…enfim, é tanta lembrança boa e pessoas especiais que fazem parte de nossa história, que só podemos agradecer a Deus por tudo o que temos e que somos.
    Beijokas! Amei o post. Fique com Deus.

    • Que lindo, Gracielle!!! Também tenho muita saudade da minha infância!! Eu brinquei muito na rua, nossa! Não lembro de tanta violência como vemos hoje…

      Acho que quando eu tiver filhos, vou ter uma desculpa para voltar a ser criança de novo (só um pouquinho.rss)

      Bjkas, querida!! Até o próximo post!! 😀

  5. DEUS realmente tem guardado você com muito carinho!!!!! Relembrar é sempre maravilhoso!!! Também gosto de lembranças, faz parte da nossa vida!!! Minha filha tem sete anos, e eu adoro mostrar pra ele as fotos do meu casamento. do nascimento dela… Adorei o post de hoje, parabéns!!!! Beijos!!!!

    • Muito legal, Maria!!! Também vou querer mostrar tudo pros meus filhos pra eles verem como a vida é difícil.rssss (e também pra conhecerem um pouco de mim, claro.rs)

      Obrigada pelo seu carinho sempre! Bjkas! =***

  6. Oiiii Di, amei suas recordações hehehe e realmente não tem como esquecer aquele cheirinho de álcool da máquina que a professora usava, a letra da minha professora(tia hehehe) também era perfeita!! Um grande abraço Diana!! 🙂

    • Ei, Josilene!! Essas lembranças da escola são demais,né??? Minha escola tinha uma sala que se chamava: Sala do Mimeógrafo! kkkkkkkkkkkkkkkk

      Tipo: uma sala só pra rodar as folhas no mimeógrafo……..

      😀 Outro abraço grande pra você!!

  7. Adorei as recordações bom eu to na fase da correria,faço faculdade de manha e trabalho a tarde e ainda tem que arrumar tempo para família e para o noivo kkk você também passou por isso?? tem hora que fico cansada é muita coisa…

    • Cláudia, passei por tudo isso e muito mais!!! rssss

      Por isso contei no post o alívio que senti quando me formei e me casei bem na mesma época!

      Mas permaneça firme e animada, que já já você terá o descanso e a recompensa, viu! Beijo grande!!! =***

  8. Nossssa que coincidência.. tbm cursei meu ensino médio na mesma escola q vc.. tbm tenho ótimas lembranças de lá.. vc morou em Ibirité?

    • Ei, Izabela!! Menina, eu cursei foi a vida toda lá!!

      Estudei da primeira série atééééé o segundo ano do ensino médio… (o terceiro eu fiz em outra escola).

      Eu morava em BH, mas estudava lá! Ia de escolar todo dia 😀

  9. Olá Diana! Que bela as suas lembranças. Parabéns por tantos sucessos, que pelo o que percebo vieram por seu esforço, e talvez seja isso que deixa esses sucessos ainda mais marcantes. Venho te acompanhando pelo Blog, Youtube e Facebook, até fiz um comentário no seu canal. Eu te admiro muito e me identifico com você em alguns aspectos, um deles é que também amo e respeito muito as minhas lembranças. Eu quando escrevia no blogger também fiz dois textos semelhante ao seu, depois de quiser passa lá: http://anapaulaporto29.blogspot.com/2010/11/uma-faxina-e-uma-caixinha-de-papel.html
    http://anapaulaporto29.blogspot.com/2010/11/outra-faxina-e-minha-caixinha.html
    Lendo você até me deu vontade de escrever de novo, você me inspirou, parei de escrever(no blogger) depois que perdi meus pais. Mas enfim, quero aqui deixar toda a minha admiração por você e dizer que você me ajudou a sentir novamente o desejo de escrever. Abraços. Ana Paula Porto. Fica com Deus!

    • Ei, Ana Paula!! MUITO obrigada pelo seu carinho, fiquei muito, mas muito feliz mesmo 🙂

      Sinto muito pelos seus pais e gostaria de encorajá-la a voltar a escrever, porque lendo seu post sobre a faxina e a caixinha de papel, me emocionei muito pela história e pelo seu dom com as palavras!

      Não pare, não, e deixe Jesus aperfeiçoar este dom em você 🙂

      Um super beijo, e espero te ver mais vezes por aqui, gata!!! =***

  10. Amei o post flor! Muito bom lembrar dos momentos bons da vida! E o histórico da Sandoval, rs também tenho!!! Época boa 🙂 Ah e a ponte continua a mesma, ou melhor tem uma ponte “grande” de ferro para passagem dos carros e uma ponte de madeira ao lado para a passagem dos pedestres e essa de madeira ainda balança! Qualquer dia desses te mando uma foto! rs Ah e a faculdade Fundação Helena Antipoff agora, (há pouco tempo) tornou-se estadual! Bjssssss
    Bel Carvalho
    http://bybelcarvalho.blogspot.com.br/

Deixe um recadinho =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s