PRINCÍPIOS E VALORES: Na prática, se você não sabe por onde começar, comece servindo.

Sabe aquela situação em que estamos diante de um lindo e emocionante discurso, com sentenças e palavras perfeitamente articuladas, mas não sabemos exatamente como viver nada daquilo que está sendo ministrado? Tudo o que é dito ali nos cai como uma luva, e parece até que o orador está contando a história da nossa própria vida… mas simplesmente não conseguimos enxergar o lado prático daquela dissertação.

É semelhante à batalha que os pais travam com seus adolescentes em casa, tentando lhes introduzir os valores  básicos de respeito, reverência e humildade, por exemplo; e ainda assim parece que os filhos vivem para contrariar tudo o que é pregado religiosamente no núcleo familiar.

Em alguns casos, eu verdadeiramente observo que trata-se de uma afronta proposital por parte dos filhos para com os pais… Mas em muitos outros, o que notamos são meninas e meninos que, assim como nós adultos, experimentam diariamente a limitação de não saberem como viver aqueles valores e princípios que são ensinados em casa.

E é relativamente fácil rastrear as origens dessa limitação, quando compreendemos que estes valores e princípios dificilmente deixam o nível das idéias para habitarem entre nós no nível da vida prática. Ou seja, queremos que nossos filhos sejam respeitosos e reverentes, mas no mundo material, onde estão as demonstrações palpáveis destes valores? Em casa? Na escola? Na rua? Na TV? Onde, se não na vida e obra de Jesus? O Deus que se fez carne e habitou entre nós, nos ensinando a viver cada um destes valores e princípios, de maneira simples e prática. O que pode ser mais prático, aplicável e simples do que servir às pessoas?

Servir não é dar o que sobra, o que não nos custa nada fazer… Servir é fazer pelo outro de acordo com a necessidade dele, e não de acordo com a sua disponibilidade, ou daquilo que não vai te fazer falta, ou te atrapalhar.

EM TERMOS PRÁTICOS

Você está no ponto esperando o ônibus, exausta, depois de um dia de muito stress e trabalho. Quando você entra, você fica toda feliz porque encontra um assento vazio, onde pode descansar e carregar suas coisas com conforto e “dignidade”.

Depois de algum tempo, entra uma pessoa que não é mais velha que você, não está com criança de colo, e não tem qualquer prioridade sobre o assento. Esta pessoa está carregando uma cesta básica que recebeu hoje do trabalho, e está com um aspecto muito cansado e exausto… parece que trabalhou duro o dia inteiro.

Tudo o que esta pessoa precisa agora é de um assento livre para descansar… mas isso você não tem. O único assento que você tem, é este no qual você já está acomodada. Logo, não há muito o que fazer para servir a esta pessoa, certo?

Errado. Servir é dar ao outro o que ele precisa, e não o que você tem sobrando. Levante, e ceda o seu assento. 

Você olhou para aquele trabalhador e reconstituiu todo o seu trajeto com a cesta básica de aproximadamente 15kg. Ele deve ter andando vários metros até chegar ao ponto de ônibus. Será que ele ainda vai tomar outro ônibus depois deste? Vai ver ele ainda terá de caminhar mais alguns metros para chegar em casa, mesmo depois de descer do ônibus…

E você pode até pensar: Este assento é meu! Eu também trabalhei muito hoje! Passei por isto e aquilo, e mereço um assento, mereço descansar!

É parecido com o que acontece aqui em casa quando compramos uma sobremesa gostosa (uma  pra cada), e meu marido termina a dele bem antes de mim. E é claro que ele fica de olho na minha sobremesa… e eu falo: Você já comeu a sua. Esta é minha, e eu tenho o direito de demorar até o mês inteiro pra comer… é minha!

Daí eu penso melhor, e falo: A sobremesa é MINHA, e por ser MINHA eu faço com ela o que eu quiser… por ser MINHA, eu te dou. Por que se não fosse, MINHA, eu não teria o poder de te dar.

O assento é seu! E por ser seu, você tem o poder de dar a quem quiser.

QUERO VIVER ESTE PRINCÍPIO

Passemos a observar a necessidade das pessoas. É como dar aquela carona que está COMPLETAMENTE fora da sua rota, do seu trajeto. A necessidade daquele irmão é chegar em casa, logo, se está dentro ou fora da sua rota, não importa. Importa a necessidade dele.

Quando fazemos pelos outros com este desprendimento, é como se estivéssemos fazendo para o próprio Deus. E por Ele muito se agradar destes filhos que vivem o princípio de servir aos outros, Ele se encarrega pessoalmente de retribuir, abençoar e recompensar a cada um conforme a sinceridade do seu coração.

Para a maioria das pessoas, inclusive pra mim, viver este princípio é um desafio muito grande… Somos impelidos o tempo inteiro a nos preocuparmos com os nossos próprios assuntos, em primeiro lugar. EU sou a prioridade da minha vida…

Mas quando você pensa que o mandamento é “amar o próximo como a nós mesmos”, compreendemos então que se somos a prioridade das nossas vidas, o meu semelhante é tão prioridade quanto eu, porque eu devo fazer por ele o que com muito esmero e interesse, eu faço pra mim mesmo.

Quanto mais eu amo e cuido dos outros, muito mais o meu Senhor cuidará e se agradará de mim. Este é o estilo de vida… vamos viver?

Anúncios

8 pensamentos sobre “PRINCÍPIOS E VALORES: Na prática, se você não sabe por onde começar, comece servindo.

  1. Hey Diana! Praticar a gentileza, sem ao menos esperar uma recompensa material ou valiosa, a maior recompensa conhecida por isso é o sorriso de quem Precisou de sua ajuda, de sua generozidade! Adorei o post!!

  2. Ei Roberta! Com certeza, a recompensa que ganhamos ao servirmos um semelhante, não pode ser comprada por dinheiro nenhum do mundo!!

    Colocar em prática todos estes valores é realmente um desafio… mas se estivermos atentos e dispostos, o Senhor nos presenteará com oportunidades preciosas para crescermos e abençoarmos outras pessoas através de nossa ajuda!

    Um beijo grande pra você! =***

  3. Adorei o post! Realmente é um desafio abdicarmos o que achamos que é nosso por direito. Obrigada por relembrar que temos que nos propor a esse desafio todo o tempo. Peijoooo!!

  4. Hoje passei uma situação no ônibus de ter de dar o meu lugar para uma mãe com uma criança no colo, e eu nem estava no lugar reservado pra eles, mas o ônibus estava tão cheio e enfim mesmo que esgotada porque também trabalho muitas horas de pé, eu não consigo fingir que não estou vendo nada, mas logo depois entrou outra mãe com uma criança no colo e não havia mais lugar, pensei que alguém fosse levantar e ceder o lugar, mas isso não aconteceu, a irmã da moça que estava junto dela se sentou no chão em um cantinho do ônibus e pediu pra levar o bebê, eu fiquei numa revolta vendo aquela cena e ninguém ofereceu o lugar. Como sempre jovens fingindo dormir, homens fortes e mulheres saudáveis, eu não acreditei!!! e o cobrador que deveria não só cobrar os vales, deveria cobrar atitude das pessoas tbém, pelo menos eu penso que sim! e se não bastasse entrou outra mãe com duas bolsas e mais uma criancinha de colo mas dessa vez um homem que estava de pé, acordou uma mocinha que estava sentada fingindo dormir e pediu com educação pra que ela levantasse e cedesse seu lugar, senti minha face queimar de vergonha por ela, e todos ficaram sem graça, mas a outra mãe que havia entrado anteriormente continuou no chão com o BB, e até onde eu desci, alí elas ficaram, acredito que estariam levando as crianças ao médico pelo zum zum da conversa com quem estava ao lado. Perguntei pra Deus porque as pessoas sempre acham que elas tem mais cansaço, mais problema que o outro? eu sinceramente, não entendo.

    • Ai amiga, o mundo jaz no maligno mesmo! Estas cenas de ônibus são clássicas e uma pequena demonstração do egoísmo e desprezo da nossa natureza decaída.

      Além de orar, acredito que não devemos perder a capacidade de nos indignarmos, e de sermos o exemplo da melhoria que esperamos ver no mundo.

      Beijo grande pra você e até a próxima!! =**

  5. O seu post edificou minha semana.
    É difícil viver esse princípio, mas Deus não disse que seria fácil, né?
    Continue escrevendo mais sobre este assunto.

    Abraços e fica com Deus

    • Olá, Daiane! Seja muito bem-vinda!
      Fico feliz em saber que tenha sido edificada pelo post! Espero que continue assim com os próximos que virão!!

      Beijo grande e fique com Deus também!! =***

Deixe um recadinho =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s