A oratória no trabalho e na vida social: Seis dicas para falar em público sem surtar.

Enganam-se aqueles que limitam o ato de falar em público aos eventos protocolados, com dezenas de espectadores, como palestras, conferências e as tão corriqueiras apresentações de trabalho em sala de aula.

Eu sempre digo que quaisquer duas ou três pessoas reunidas  numa mesa de café da manhã em família ou num bar tomando cerveja entre amigos, já compõem uma audiência bastante razoável para a exposição de uma idéia, argumento ou de um discurso inteiro e completo.

Principalmente àqueles que exercem liderança em casa, na escola ou no trabalho, as técnicas de oratória só servem para alguma coisa quando atingem o resultado desejado que pode ser inspirar, motivar ou até mesmo influenciar o comportamento daqueles a quem o discurso se destina.

E pode até parecer que falar em público não passe de um dom concedido a poucos mortais, que incrivelmente conseguem se posicionar diante dos outros com muita desenvoltura e desprendimento… Mas a verdade é que embora o dom de fato dê uma certa contribuição, as técnicas de oratória podem ser metodicamente aprendidas como qualquer outra coisa nesta vida.

E é claro que não estou me propondo a trazer um curso didático de oratória para os interessados aqui no blog, mas quero dividir alguns toques que me são muito úteis principalmente em minha profissão que demanda no mínimo 70% de habilidades de oratória e oralidade.

De todos os modos, antes de entrarmos nas orientações, é importante  que você observe se o seu problema em se expressar publicamente vem acompanhado de sintomas do pânico como suor demasiado, tremores, taquicardia e queda de pressão. Se este for o caso, talvez seja prudente procurar um especialista para um tratamento mais acurado do seu caso, que pode ter explicações para além do “falar em público” em si. (Curso de Liberação Emocional na Clinicar Terapia Breve. Clique Aqui.)

Bom, são três orientações básicas que se aplicam a qualquer audiência ou circunstância:

1) DOMÍNIO TOTAL SOBRE O CONTEÚDO: Se você não sabe nem pra você mesmo, não se aventure em falar bobagem e cair na sua própria armadilha. Estude com esmero, faça anotações e prepare-se com excelência. Se, eventualmente, você for pego de surpresa, numa situação em que precisa falar em público de última hora, sobre um tema que você não tem domínio; não tenha vergonha e inicie o discurso com esta honestidade “Embora o assunto tal não seja de meu inteiro domínio e conhecimento…”. Se você tem insegurança num ou n’outro argumento, seja franco também e diga “Não posso afirmar com certeza” ou “Pode ser que eu esteja enganado”.

2) ESTEJA CONVENCIDO, TRANSBORDE: Falar em público é como pregar o evangelho… é algo de que estamos tão convencidos e que faz toda a diferença em nossas vidas, que não conseguimos ficar calados guardando aquela verdade maravilhosa só pra nós. Quando você acredita no que está falando, essa convicção NO MÍNINO vai intrigar a audiência e mantê-la curiosa a respeito do que você tem para dizer.

3) DEMONSTRE EMOÇÕES DURANTE O SEU DISCURSO: Se você não esboça qualquer reação ou emoção espontãnea, você tira toda a humanidade do discurso (porque emoções fazem parte de qualquer ser humano). E aí a credibilidade do que está sendo dito fica altamente comprometida, porque sua audiência não terá qualquer identificação com você. Para isso, conte casos, dê exemplos, faça piadas e 1) legitime o que você está falando 2) elimine o abismo entre você e quem está te ouvindo.

4) NÃO SEJA TÉCNICO OU METÓDICO DEMAIS: É como um truque de beleza… a gente quer estar linda, mas não demais porque senão fica na cara que ali tem truque. Entendeu? Não fale pausadamente demais, não use bordões ou técnicas descaradas que vão denunciar que você está de fato seguindo um manual de como falar em público. Use as técnicas para aprimorar suas habilidades, e não para se transformar num robô.5) INTERAJA COM UM POUCO DE PROVOCAÇÃO: Não basta fazer um belo e perfeito discurso. As pessoas pra quem você fala precisam estar envolvidas e embaladas pelo seu raciocínio, de mãos dadas com você, percorrendo o caminho que você traçou. E infelizmente, só o “falar” não garante a atenção da audiência, e por isso você precisa provocá-la com perguntas, hipóteses, enquetes e convites ousados à meditação.

6) FALAR A LÍNGUA DA AUDIÊNCIA: Não decore o seu discurso, mas memorize as palavras-chave para concluir os raciocínios e marcar a experiência de quem está te ouvindo. Falar a língua da audiência, na minha opinião profissional, não é reduzir o seu discurso à mediocridade literária, com erros gramaticais, ou superlativizar as frases com palavras de vocabulário rebuscado e prolixo demais. Nem um extremo, nem outro…  É adequar a linguagem e os exemplos do conteúdo ministrado à realidade do ouvinte, sem exageros caricatos.

No mais, o conselho que sempre dou é exercitar suas habilidades oratórias o tempo todo, conversando com as pessoas, ouvindo-as e transformando sua vida toda numa grande experiência do “falar em público”. Esteja seguro, seja moderado ao ouvir uma crítica ou uma opinião contrária, e não torne a prática da oratória num terrível e sombrio pesadelo.

Bom… Espero que as orientações sejam úteis e que você passe a enxergar tudo isso com muita leveza e diversão 😉

Anúncios

5 pensamentos sobre “A oratória no trabalho e na vida social: Seis dicas para falar em público sem surtar.

  1. Oi, adorei tudo, principalmente quando você escreve sobre os sintomas do pânico como suor demasiado, tremores, taquicardia e queda de pressão. No meu caso, faltou você escrever dar risadas estranhas (realmente, totalmente estranhas). Outra coisa que curti na sua postagem foi: DEMONSTRE EMOÇÕES DURANTE O SEU DISCURSO: Derrubar algo (?) em alguém por estar nervosa conta como demonstrar a minha emoção? … Espero que sim. Valeu pelas dicas.

  2. olá, gostei muito das dicas aqui apresentadas, até porque existem pessoas com dificuldade de se expressar para sua equipes no trabalho, acredito que um curso de oratória com certeza vai aprimorar o cidadão com um todo. pois a comunicação e a chave do sucesso e se expressar bem e com clareza e esencial.

Deixe um recadinho =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s